quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Devagar

Devagar
Esquece o tempo que corre
Esquece o que falta
O pior já passou

Devagar
A viagem era longa
Mas o pior ficou atrás
Já andou

Devagar
Que o santo é de barro
O caminho é de pedra
E o sapato apertou

Devagar, meu irmão
Eu te ajudo a subir
Você não vai mais cair
Eu te digo por onde ir

Um comentário:

Claudia disse...

É isso aí, nos presenteando com mais uma linda poesia.